• PET Nutrição

Importância do consumo de alimentos sazonais

Por Leila Corrêa

Atualmente, é possível encontrar grande variedade de frutas, verduras e legumes nas feiras e supermercados durante todo o ano. Pode parecer positivo, mas isso não é necessariamente verdade, pois essa disponibilidade é o resultado de técnicas modernas de produção agrícola, que envolvem desde sementes modificadas a agrotóxicos.


As estações do ano correspondem a períodos de divisão do ano, geralmente feitas a partir de fenômenos astronômicos e meteorológicos que ocorrem com regularidade, cujas causas principais são o movimento de translação da Terra em volta do Sol e a inclinação do plano da sua órbita em relação ao plano equatorial, denominando-se esta sucessão de períodos de “ciclo sazonal”. O ciclo sazonal tem consequências em diversos fatores mesológicos como a luminosidade, temperatura e umidade (FILHO et al, 2012). As condições climáticas associadas às diferentes estações do ano são responsáveis por diferentes produções agrícolas em cada estação, com maior notoriedade nas espécies de origem vegetal (como os hortícolas, frutas e ervas aromáticas) e cogumelos, mas também influenciando o ciclo reprodutivo de animais e os alimentos deles obtidos (como ovos, leite e carne de animais juvenis). A sazonalidade é uma característica natural de todos os vegetais e plantas. É relacionada à época em que o cultivo rende frutos naturalmente, sendo colhidos exatamente no tempo certo e nas condições climáticas ideais (CASSANI, 2017).


O ideal é escolher alimentos orgânicos e da época. Ou seja, o que a natureza produz, sem essa intensa intervenção tecnológica. O consumo de produtos da safra natural é mais econômico e tem menos impacto ambiental. Prefira legumes, verduras e frutas da estação e cultivados localmente. Sempre que possível, adquira alimentos orgânicos e de base agroecológica, de preferência diretamente dos produtores (BRASIL, 2014).


Quais são os benefícios associados com o consumo de alimentos sazonais?


Preços mais acessíveis: os produtos produzidos na época apresentam-se em maior quantidade para venda nos diversos mercados, o que baixa necessariamente o seu preço de venda, tornando os produtos da época mais econômicos quando comparados aos produzidos fora da época, que além da eventual menor oferta, têm custos acrescidos devido à implementação de técnicas agrícolas mais sofisticadas e/ou comércio intercontinental.


Maior concentração de nutrientes: é natural que elas se desenvolvam e captem mais nutrientes do solo em que estão crescendo. Por esse motivo, podem apresentar valor nutricional muito maior do que quando consumidas fora de época


Costumam ser maiores e mais bonitos: os alimentos “na época” tendem a ser colhidos no momento em que atingiram o seu potencial de crescimento e maturação, conferindo-lhes um sabor mais acentuado e as características desejadas pelo consumidor.


Mais saborosos e aromáticos;


Mais fáceis de serem encontrados e adquiridos.


(FAO, 2012)


As “frutas da estação” comumente são produzidas em locais próximos aos seus pontos de distribuição. Optar por consumi-las contribui para a redução do impacto ambiental uma vez que essa prática impulsiona a economia local, diminuindo as distâncias entre produtor e consumidor, o que reduz o desperdício de produtos durante o seu transporte e ainda contribui para a saúde de quem as consome.


Dê sempre preferência para esses alimentos, confira mensalmente as frutas e legumes da estação, disponibilizados no instagram do PET Nutrição (@petnutriufsc) e não deixe de conferir as receitas disponibilizadas no site:

https://www.petnutriufsc.com/receitasdaestacao


Palavras chave: alimentos, estação, benefícios.


Referências


AKATU, Conheça as frutas de cada estação, 2012. Disponível em: https://www.akatu.org.br/noticia/Conheca-as-frutas-de-cada-estacao/


BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília: Ministério da Saúde, 2014.


CASSANI, Roberta. Alimentos sazonais e sua importância na alimentação, 2017. Disponível em: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/blog/5-minutos-com-roberta-cassani/post/alimentos-sazonais-e-sua-importancia-na-alimentacao.html


FAO – SUSTAINABLE DIETS AND BIODIVERSITY: directions and solutions for policy, research and action, 2012. Disponível em: http://www.fao.org/3/a-i3004e.pdf


FILHO, Kepler de Souza; SARAIVA, Maria de Fátima. Movimento Anual do Sol e as Estações do Ano, 2012. Disponível em: http://astro.if.ufrgs.br/tempo/mas.htm

77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo